Monthly Archives: agosto 2017

DH: Curso de aprofundamento

Nos dias 3 e 4 de agosto a SMDH realizou, em parceria com o Instituto Superior de Filosofia Berthirer (IFIBE) o Curso de Aprofundamento em Direitos Humanos em Brasília (DF).

O curso contou com a participação de profissionais e diretores que atuam na SMDH no escritório de Brasília e na sede em São Luis e convidados atuantes em organizações parceiras, totalizando 30 participantes.

Objetivos gerais do curso:

1) Refletir sobre a conjuntura atual, de modo a identificar os desafios para a promoção e defesa dos direitos humanos por organizações populares;

2) Mapear concepções que referenciam a atuação em direitos humanos e aprofundar a posição histórico-crítica para orientar a atuação de organizações populares;

3) Identificar estratégias para fortalecer a atuação das organizações populares em direitos humanos. 

Acesse no site da SMDH (www.smdh.org.br) um dos textos trabalhados na atividade.

Caravana de DH em Tutóia

A Sociedade Maranhense de Direitos Humanos, em parceria com a organização Misereor, realizará entre os dias 21 e 25 de agosto de 2017 a Caravana de Direitos Humanos no município de Tutóia, Maranhão.

A atividade foi precedida de três encontros regionais realizados pela SMDH nos municípios de Caxias, Viana e Imperatriz, com o tema Pedagogia da Proteção.

Para a SMDH, a PEDAGOGIA DA PROTEÇÃO é um esforço de trocar saberes, concepções e práticas que ajudem a ampliar a reflexão e a disseminar uma experiência que está em construção no campo dos Direitos Humanos e se constitui a marca de uma política de proteção à luz dos direitos humanos.

Durante a caravana serão realizadas oficinas, palestras, exibições de vídeos, reuniões com agentes públicos da região e uma audiência pública na Câmara de Vereadores de Araioses. No evento também acontecerá o I Encontro de Comunicadores do Baixo Parnaíba Maranhense, que vai discutir violações de direitos na área da comunicação e a liberdade de expressão.

Na Caravana de Direitos Humanos de Tutóia também será realizada uma mesa de debates sobre os impactos dos projetos eólicos às comunidades tradicionais da região, e o lançamento da campanha “Pela Vida Sem Medo, contra a Violência nas Periferias”, que a SMDH inicia, através da produção de quatro vídeos sobre a temática.